terça-feira, 4 de dezembro de 2012

DIA MUNDIAL DA POESIA

A escolha de … A PÁGINAS TANTAS
No aniversário do nascimento de Rainer Maria Rilke (1875 - 1926)

A PANTERA

(No Jardin des Plantes, Paris)


De percorrer as grades o seu olhar cansou-se
e não retém mais nada lá no fundo,
como se a jaula de mil barras fosse
e além das barras não houvesse mundo.
O andar elástico dos passos fortes dentro
da ínfima espiral assim traçada
é uma dança da força em torno ao centro
de uma grande vontade atordoada.
Mas por vezes a cortina da pupila
ergue-se sem ruído – e uma imagem então
vai pelos membros em tensão tranquila
até desvanecer no coração.

Rainer Maria Rilke, in, Carrossel e outros poemas, org. e trad. de Vasco Graça Moura

Sem comentários:

Publicar um comentário