quarta-feira, 28 de outubro de 2009

A ESCOLA A MEXER

É sempre com muito orgulho que vejo a escola mexer - a escola a mexer e parar para ler.
Não foram os professores, não foram os alunos, não foram os auxiliares administrativos, não foram os técnicos auxiliares. Foram todos, foi a escola.
Tive o papel privilegiado de percorrer grande parte da escola e das salas de aula. O desafio era fotografar o máximo de espaços na escola silenciosa, naquela meia hora que me pareceu durar dez minutos. Nas salas, de porta aberta, os alunos liam com os seus professores. Nos gabinetes, na sala de professores, na secretaria, no conselho executivo, no ginásio, na cozinha.
Aqui e ali, um dissidente. Alguém que dizia já não haver mais livros na biblioteca; um que se esquecera; outro que tinha muito trabalho e urgente. Casos pontuais, causas sem adeptos.
A leitura vingou, assim como a fotografia que, contestada por alguns, faz prova do que todos testemunhámos.

Obrigada colegas! Façam-nos mexer mais com paragens destas, que nós gostamos.

Sem comentários:

Publicar um comentário