sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

OLÁ, ESTÁ AÍ ALGUÉM?

Vale muito a pena repetir as experiências que resultam bem, até porque nunca são verdadeiras repetições: o Sol está mais brilhante nesse dia, o teste da aula anterior não correu lá muito bem, aquela passagem do livro é particularmente interessante, os leitores estavam mais ou menos inspirados… É sempre diferente.
Falo das leituras em voz alta, desta vez do livro OLÁ, ESTÁ AÍ ALGUÉM, realizadas por várias turmas do 8º ano, ao longo de Outubro e Novembro, e mais uma vez contando com a colaboração de professores de diversas disciplinas: Português, Francês, Matemática, Biologia, TIC, @rte. com, Francês, Fisico-Químicas…
O autor de O MUNDO DE SOFIA, o norueguês Jostein Gaarder, professor de Filosofia com vasta experiência na literatura juvenil, conta neste romance o encontro entre uma criança de oito anos e um extra-terrestre. Situação privilegiada, como se imagina, para virar do avesso as ideias feitas e poder explorar os mais diversos temas, dos quais a evolução não podia deixar de fazer parte.
Os alunos do 8º C, a pedido da professora Céu Ribeiro, enviaram-nos as suas opiniões, sobre estas horas passadas na Biblioteca.
Aqui ficam, com os nossos agradecimentos, e a garantia de que vamos continuar!


Opinião ...

“...o texto foi feito de forma muito inteligente.... Foi baseado num sonho, numa parte da realidade e talvez numa amizade algo forte...
Tinha frases, declarações e questões muito sábias, curiosas e que principalmente nos fazem pensar. Por outro lado, o autor do livro teve realmente muita imaginação.
De facto, o livro era algo que não esperava
.”
Inês Freitas

“...gostei muito do livro, porque nos leva a refletir sobre assuntos que não é normal serem questionados. É importante fazermos perguntas e não considerar aquilo que sabemos como sendo a única verdade ou resposta.
Devemos usar sempre a nossa imaginação, mesmo quando adultos.
"
Clara Godinho

É interessante porque faz-nos pensar em coisas nas quais, se não tivéssemos lido, nunca pensaríamos. Do que gostei mais foi quando o Joaquim percebeu que o Mika lia os seus pensamentos.”
José Simões

Adorei o livro porque há partes muito engraçadas, como quando o Joaquim foi tirar uma foto ao Mika e o Mika não tinha umbigo. Ahah!"
Guilherme Castro

Acho um livro interessante e apropriado para a nossa idade. Foi bastante fácil de ler. Uma pessoa ficava, ao ler o livro, bastante curiosa para ver o que vinha a seguir.
Miguel Sousa

Eu gostei muito das sessões na biblioteca. É bom variar de vez em quando. Não é costume meu ler, mas gostei do livro. A história é muito interessante e criativa. Também, por outro lado, achei útil, pois aprendi a interpretar as coisas de várias maneiras.
Muitas pessoas dizem que a filosofia é “chata” e aborrecida mas, com estas sessões fiquei com a ideia que não é assim tão aborrecida e pode ser muito útil
.”
Pedro Valente

Este livro baseia-se numa história de dois jovens que, por vezes, parecem muito diferentes. O Mika e o JoaKim, no desenrolar da história, provam que podemos ser diferentes por fora mas que, por dentro, somos todos iguais. Uma história bastante interessante e educativa.Gostei muito da actividade na biblioteca, foi bastante divertido ler este livro com os meus colegas. Gostaria de repetir.”
Mallu Novaes

Este livro é muito engraçado porque vemos que duas pessoas muito diferentes podem ser muito iguais.Mika e o Joakim provam que, às vezes, o que interessa é mesmo o interior.A atividade que fizemos na Biblioteca foi muito interessante – foi muito educativa e aprendemos muito.”
Raquel Brites

Gostei da atividade e do livro. Estava escrito de forma notável. Foi com arrebatamento que li o livro. Enchi o peito de ar e fiz esta crítica de que me orgulho.Havia frases muito bem escritas e, se eu as pusesse aqui, não saía daqui nem amanhã.”
Bernardo Almeida

Desde já gostaria de agradecer à pessoa que esteve connosco na biblioteca e é responsável por estas sessões pois apresentou-nos um livro fantástico. Aliás, é mais que um livro, para mim é um dicionário de ensinamentos.
Se, neste preciso momento, em que escrevo esta análise, crítica ou como lhe quiserem chamar, me perguntassem qual é o título do livro, não vos sabia responder pois não o fixei, apenas fixei as palavras das personagens deste livro que, no fundo, se formos a pensar bem, são palavras filosóficas.
Pode parecer estranho como um miúdo de 8 anos (Joakim) e um ser vindo de outro planeta (Mika), podem fazer com que este livro possa estar cheio de ensinamentos. Digo isto porque, sem eles, este livro não ganhava magia, uma magia muito especial, que nos leva, a nós, também, para dentro do livro. É impressionante como Joakim e Mika são tão parecidos e tão diferentes.
Por isso, a quem estiver a ler este texto, recomendo-vos este livro de cujo título não me recordo. Mas, se um ser verde com uma grande cabeça, um ser não muito diferente de nós, vos tocar à porta e vos diga que é um mumbo, que veio de um planeta chamado chamado Eljo, que nasceu de um ovo e que precise de acolhimento, não hesitem, fiquem com ele e …ah, perguntem-lhe o título deste livro que eu adorei ler.”

João Fonseca

Eu gostei desta experiência na biblioteca porque foi a primeira vez que fiz uma coisa destas. A história é muito interessante e fazia uma pessoa reflectir sobre aquilo que estava escrito. Também era interessante porque é muito difícil encontrar um menino de 8 anos a saber tanta coisa….
Tomás Silva

Eu achei o texto muito divertido. O livro ensina muitas coisas como o início da vida que começou com animais aquáticos e põe uma questão muito importante: Será que existem seres vivos em outros planetas? Eu acho que é possível existirem seres como Mika, tirando aquele poder de ler pensamentos
André Borges

Eu gostei muito de ir à biblioteca ler o livro, que é muito giro . Fala de uma história com muita imaginação e muita realidade. Lia-o outra vez.
Alexandre Lourenço

Sem comentários:

Publicar um comentário