sexta-feira, 11 de maio de 2012

DIA MUNDIAL DA POESIA

em memória de Bernardo Sassetti

Pobre Velha Música!

Pobre velha música!
Não sei por que agrado,
Enche-se de lágrimas
Meu olhar parado.

Recordo outro ouvir-te,
Não sei se te ouvi
Nessa minha infância
Que me lembra em ti.

Com que ânsia tão raiva
Quero aquele outrora!
E eu era feliz? Não sei:
Fui-o outrora agora.

Fernando Pessoa, in Cancioneiro

Sem comentários:

Publicar um comentário