quinta-feira, 29 de março de 2012

DIA MUNDIAL DA POESIA

A escolha de...Maria Machado




O movimento


Porque a coisa podia encontrar-se parada

como uma caixa.

Haveria a superfície, o rosto mais belo ou velhaco,

o sorriso, a ironia, e os ofícios.

E lá dentro, escondido: osso, vísceras e sensações;

tudo quieto e pasmado, a admirar o cinema exterior.

Porque a coisa podia encontrar-se parada

como uma caixa;

mas não.

E (é) este facto (que) complica os vivos




Gonçalo M. Tavares, in Poética do Corpo

Sem comentários:

Publicar um comentário