quinta-feira, 22 de março de 2012

a escolha de... Elisa Costa Pinto

LAVOISIER

Na poesia,
natureza variável
das palavras,
nada se perde
ou cria,
tudo se transforma:
cada poema,
no seu perfil
incerto
e caligráfico,
já sonha
outra forma.

Carlos de Oliveira

Sem comentários:

Publicar um comentário