quarta-feira, 13 de outubro de 2010

LUÍSA E TEODORA

O regresso do 7ºB e do 7ºF não se fez esperar, para receber duas conhecidíssimas visitantes: a escritora Luísa Fortes da Cunha e a sua Teodora, protagonista dos doze títulos da série já publicados, e dos mais que se seguirão.

Num encontro proporcionado pela Biblioteca Municipal de Carnaxide, a autora conversou, contou bocadinhos das suas histórias, revelou episódios que serviram de matéria a algumas das aventuras da pequena Teodora. Falou da sua infância e, como não podia deixar de ser, porque ninguém escreve sem ter lido muito, e quem gosta de escrever é, em geral, um grande leitor, falou também de leituras marcantes, em diversos momentos da vida.
A provar que o pensamento e a imaginação desobedecem sempre às fronteiras artificiais que os nossos preconceitos às vezes lhes impõem, revelou que foi uma cadeira da sua licenciatura em Educação Física que lhe aguçou o interesse pela cultura/literatura tradicional portuguesa, fonte inesgotável de inspiração. Não ignorando a mitologia clássica, absorvendo também gentes e viagens.
À pergunta colocada por um aluno, respondeu ter começado a escrever porque inventava histórias para os filhos, quando eram mais pequenos, e depois deu-lhes forma impressa. Contava-lhes muitas histórias, porque queria que eles viessem a ser leitores. Por que seria?

Sem comentários:

Publicar um comentário